A ANÁLISE DA ESTRUTURA DE UMA POPULAÇÃO DE Lychnophora pinaster Mart. DE UM CAMPO RUPESTRE DO SUL DE MINAS GERAIS, BRASIL, POR MEIO DA ESTATÍSTICA MULTIVARIADA

Écio Souza Diniz, Ana Paula Pavanelli, Flávio José Soares Júnior

Resumen


O Cerrado brasileiro é caracterizado pelo alto endemismo de taxa botânico; muitos, de reconhecida importância fitoterápica e ou econômica. Um taxon que se destaca por essas condições, Lychnophora pinaster Mart. (Arnica-brasileira) é amplamente explorado por suas qualidades terapêuticas. Assim, com o presente estudo, teve-se o objetivo de elucidar as estratégias de ocupação do espaço físico por uma população de L. pinaster, analisando os parâmetros tradicionais de estrutura por métodos de Análises Multivariadas. Para tanto, foram alocadas 30 parcelas contíguas de 10mx10m em um trecho de Campo Rupestre, dentro das quais, foram medidos os DAS e as alturas de todas as plantas da referida espécie. Os parâmetros estruturais obtidos para a população foram tratados pelo Coeficiente de Distância Euclidiana Simples e, em seguida, analisados por UPGMA, Ligação Completa, e PCoA. As Análises de Agrupamento mostraram consistência quanto aos grandes grupos, estabelecidos em altos níveis de fusão. Dentre as análises feitas, a UPGMA sem a variável “volume” (C.Cf.=0.884539) determinou seis grandes grupos ao nível de fusão 20, com três deles se destacando pelas diferenças de abundância, médias de altura e de diâmetro, por parcela. Neste caso, a Análise de Ordenação revelou 74,94% da variância acumulada em um eixo. Por fim, a Análise de Agrupamento por Ligação Completa para “perfilhos” (C.Cf.=0.730747), evidenciou dois grandes grupos ao nível de fusão 17, determinados pela distribuição irregular dos indivíduos não perfilhados pelas parcelas. Distribuição esta que, certamente, reflete as condições acidentadas da topografia e dos afloramentos rochosos da área de estudo


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21704/rea.v9i1-2.404

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.


 width=

 La revista Ecología Aplicada de la Universidad Nacional Agraria La Molina está licenciada bajo una Licencia Internacional Creative Commons Atribución-NoComercial 4.0.                   

Revista Ecología Aplicada
Universidad Nacional Agraria La Molina 
Teléfonos (51-1)-614-7800 anexos 271 - 294 
E-mail: ecolapl@lamolina.edu.pe