CONHECIMENTO SOBRE ESPÉCIES LENHOSAS ÚTEIS DA MATA CILIAR DO RIACHO DO NAVIO, FLORESTA, PERNAMBUCO

José Serafim Feitosa Ferraz

Resumen


Este trabalho foi realizado a partir de levantamento do conhecimento tradicional sobre plantas lenhosas das matas ciliares do riacho do Navio, em Floresta, Pernambuco, Brasil. Foram entrevistados 46 informantes, sendo que 16 foram indicados como informantes-chave sobre o uso de plantas pela própria comunidade local. Os entrevistados citaram 34 espécies lenhosas nativas úteis, empregadas na alimentação, em construções domésticas e rurais, como combustível (lenha e carvão), forragem para o gado, como medicinais, em tecnologia e em usos não madeireiros de outros tipos. Anadenanthera colubrina, Myracrodruon urundeuva, Schinopsis brasiliensis e Tabebuia aurea foram as espécies consideradas mais versáteis, por serem citadas em maior número de categorias de uso. Ao todo, foram relacionados 41 diferentes tipos de uso para as plantas nativas do local, sendo que o maior número de citações foi atribuído às forrageiras arbóreas. O maior conhecimento de espécies forrageiras e medicinais foi considerado o diferencial dos entrevistados considerados informantes-chave, que relacionaram maior quantidade de espécies úteis e maior diversidade de usos. As mulheres mostraram conhecer mais sobre os usos


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21704/za.v9i1.566

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.


Copyright (c) 2016 José Serafim Feitosa Ferraz

Licencia Creative Commons
Este trabajo está licenciado bajo una Licencia Internacional Creative Commons Atribución-NoComercial 4.0.

Revista Zonas áridas
Universidad Nacional Agraria La Molina 
Teléfonos (51-1)-614-7800 anexos 271 
E-mail: zonasaridas@lamolina.edu.pe